• Walk and Talk

FINISTERRE – RITUAL DE RENASCIMENTO


Finisterre, ou fim da terra, é um lugar emblemático para peregrinos do Caminho de Santiago há muitos e muitos anos. A travessia se concretiza com o ritual da “fênix” feito nesse último ponto da jornada, onde se dá o encontro do peregrino com o Oceano Atlântico e com o pôr do sol no mar.


Ao longo dos mais de 800 km do Caminho Francês rumamos do leste para o oeste, sempre no sentido do por do sol. O sol nasce em Roscesvalles (início do Caminho) e se põe em Finisterra. É como se o Caminho representasse o nascer e morrer; a VIDA em si. Quando chegamos no mar, esse encontro simboliza o final de um Caminho e o início de uma nova jornada.

A caminhada representa um ciclo alquímico que nos ajuda à transformar boa parte de nosso “vil metal” em ouro. As experiências que temos, pessoas que encontramos, vivências, histórias, nossa própria superação… tudo faz com que a gente reflita e busque transformar o que não mais nos serve.

É no farol de Finisterre que esse ciclo culmina com a queima de roupas ou algo que carregamos conosco durante a caminhada – uma cerimônia que simboliza a queima daquilo que não mais queremos carregar conosco em nossas vidas. O cabo de Finisterre fica há 3,5 km da cidadezinha, um pontão lindo de pedras com um farol.

Foi nesse ponto final que nos encontramos com um casal de amigos também viajantes, a Gabi e o Diego - do Hands on Dream que chegaram de motorhome para passarmos juntos os últimos dias da nossa viagem. Eles toparam ir caminhando até o farol conosco. Assim que chegamos, nos deixaram um tempo sozinhos para nossa despedida do Caminho. Descemos pelas pedras para apreciar a imensidão do mar ao redor e a “nova vida” surgindo à nossa frente. O horizonte no cabo Finisterre era imenso… lindo!! O sentimento de gratidão foi enorme, nos lembramos de toda jornada e todas as maravilhas com que fomos presentados. Agradecemos, pensamos cada um que cruzou nosso caminho, nas ajudas que tivemos, em nossos entes queridos, amigos… mentalizamos. Respiramos o ar dos novos tempos.


Subimos pelas pedras até encontrar nossos amigos e os convidamos para fazer uma cerimônia diferente conosco… desde o início não queríamos queimar roupas ou objetos, o que faz uma fumaceira negra e tóxica em um ambiente que é tão sagrado. Nossa idéia foi queimar pequenos pedacinhos de papel contendo tudo aquilo que não queríamos mais nas nossas vidas. Cada um de nós teve seu tempo para pensar e refletir, eles estavam começando um novo projeto vida e também carregavam consigo uma grande vontade de mudança. Nós estávamos terminando uma jornada que nos deixou bem claro padrões e comportamentos que não queríamos mais.

Achamos um buraquinho bem pequeno em uma das rochas e conseguimos ali queimar nossos pequenos papéis, entregando ao vento e ao mar do “Fim da Terra” as cinzas da uma página de nossas vidas à se transformar. Foi um momento mágico de renascimento. Todos tiveram vontade de abrir seus corações falando um pouco sobre aquele momento de transformação. Compartilhamos amor, carinho, paz, esperança, amizade e nossos votos para os novos tempos que estão por vir.


Estava completa nossa jornada!!!! A fênix de cada um pode renascer para um novo dia. A alma agora está lavada!!

Ultreya!!


®2020 • Design by Dan España

Contato